Prefeitura Municipal de Andirá - Paraná

Instituição é referência no procedimento de cirurgia ocular e realiza mais de 1500 atendimentos por mês

 

O Hospital dos Olhos do Norte Pioneiro vai ampliar a capacidade de cirurgia e atendimento a pacientes de Jacarezinho e região. A meta é aumentar de 1500 para 3000 atendimentos por mês na unidade de saúde, que atende pacientes de vários municípios do Norte Pioneiro do Paraná e do sul de São Paulo, além de unidades espalhadas em Cambará, Cornélio Procópio e Ourinhos (SP).

Segundo o diretor-geral do hospital, José Haggi Sobrinho, as obras devem começar em breve, ampliando em mais de mil metros quadrados a área de atendimento aos pacientes. “Será construído um andar superior, que abrigará mais consultórios e salas de cirurgia, garantindo maior agilidade no atendimento e muito mais comodidade e segurança aos pacientes”, explica o médico.

Atualmente, o Hospital dos Olhos do Norte Pioneiro conta com apenas duas salas de cirurgia. Com a ampliação, esse número saltará para cinco, dobrando a capacidade de realização de procedimentos cirúrgicos. “É uma obra planejada dentro dos padrões exigidos pelo Ministério da Saúde e que vai possibilitar que os pacientes que necessitem de atendimento, cirurgia ou acompanhamento em tratamento ocular tenham a garantia da qualidade e segurança de mais de dez anos de experiências de sucesso na especialidade de oftalmologia”, estima Haggi Sobrinho.

O Hospital de olhos Norte Pioneiro tem como meta oferecer atendimento oftalmológico de alta qualidade e resolutividade. O corpo clínico é altamente qualificado, composto por médicos com títulos de especialistas pelo Conselho Brasileiro de Oftalmologia e habilitados em diferentes subespecialidades.

Uma das muitas especialidades disponíveis no Hospital dos Olhos do Norte Pioneiro é a cirurgia de vitrectomia. Nesta cirurgia, o vítreo cheio de sangue é retirado e substituído por uma solução transparente. Com a saída dos vasos anormais presentes no vítreo, a hemorragia cessa. Em casos de descolamento de retina a cirurgia também pode fazer a restituição do órgão. “A cirurgia deve ser feita o quanto antes, porque a distorção macular ou descolamento da retina por tração causará perda de visão permanente. Quando mais tempo a mácula fica distorcida, mais acentuada será a perda de visão”, explica o médico José Haggi Sobrinho, acrescentando que os profissionais dessa especialidade são os médicos Nicolau Omar Neto, Jair Miranda Bernardelli e Rafael Leal. A vitrectomia é comum em pacientes portadores de diabetes mal controlada.

Fonte: ANPC COMUNICAÇÃO