Prefeitura Municipal de Andirá - Paraná

Trabalhar o aspecto da conscientização sobre os cuidados e proteção aos animais , apresentar realidades situacionais e dialogar sobre a adoção responsável, foram alguns dos tópicos que permearam pela apresentação do Projeto Proteção Animal, desenvolvido graças a uma parceria da Universidade do Norte do Paraná (UENP) – campos Luiz Meneghel, curso Veterinária– e a Prefeitura de Andirá, através da Secretaria Municipal de Educação. O projeto de extensão tem como missão despertar a empatia, sensibilidade com os animais, ensinar que eles têm a mesma sensação de dor, frio, fome e carência.

Nesta segunda-feira, dia 11, o projeto – que é desenvolvido junto aos alunos dos quintos anos do Ensino Fundamental I das escolas municipais -, reuniu os alunos no Cine Teatro São Carlos, para uma apresentação e palestra ministrada pela professora especialista Ana Paula Millet Evangelista dos Santos, sob o tema: "Guarda responsável e bem-estar animal". Ela integra o corpo docente e de pesquisadores do curso de veterinária da universidade e destacou a importância estratégia do projeto para ampliar o processo dialógico com as crianças e fomentar assim, mais ações e atitudes protagonistas de conscientização e defesa dos animais, além de ampliar informações.

Em Andirá, o trabalho é coordenadora pela professora Kelen Fernandes, que além dos alunos  dos quintos anos, também desenvolve projetos pedagógicos relacionados ao tema com as crianças dos Centros de Educação Infantil (maternal I e II). No conteúdo programático, segundo informou, além de materiais ilustrativos lúdicos, estratégias didáticas para ampliação comunicacional, também apresenta os pequenos animais, que visitam os espaços educativos como forma de aproximar e ampliar a empatia dos pequeninos.  Na palestra desta semana, foram apresentados vários exemplos de maus tratos e de como combater.

Para Caio Cesar da Silva, 10 anos, aluno do 5º ano da Escola Municipal Pingo de Gente, a apresentação foi bastante ilustrativa. “Foi legal. Muito bom. Ensinou como a gente deve proteger os animais que precisam da gente”. Já o Luiz Gustavo da Cruz, 10 anos, da Escola Municipal Criança Feliz, as informações serão levadas para toda a vida. “Ensinou a gente a cuidar dos animais e também a proteger a nossa vida”. Os trabalhos de conscientização tiveram início no mês de março na rede municipal e os resultados têm sido bastante expressivos.

 

Fonte: Tiago Dedoné / Secretaria de Comunicação