Prefeitura Municipal de Andirá - Paraná

O Prefeito José Ronaldo Xavier esteve reunido nesta quarta-feira, dia 12, com moradores do bairro rural Duas Covas. O encontro foi intermediado pelo vereador Claudemir Dragone (Solidariedade), que os acompanhou no debate com o chefe do executivo. A comissão de moradores veio apresentar ao prefeito uma realidade situacional das estradas rurais que cortam o bairro e que, por estarem apresentando problemas, tem dificultado o escoamento das produções agrícolas e inviabilizado, até o momento, projetos novos, como a produção de novas culturas.

Um dos moradores, Paulo Edson Francisco, residente na comunidade há seis anos, destacou durante o encontro que o seu projeto é investir em aviário e gerar emprego, mas, precisaria contar com aporte estrutural mais adequado. Ele já possui uma empresa semelhante na cidade de Guapirama. Outra moradora enfatizou ao prefeito que até pensou em vender o sítio onde mora, mas, agora, ela e sua família estão idealizando um projeto de estufas para o local, que também irá gerar novos postos de trabalho. Xavier ouviu as demandas dos moradores e explicou que o município já tinha programado a reestrutura destas estradas no início do ano. “Nós já tínhamos feito um estudo das necessidades e colocado este bairro na relação do Patrulha Rural – programa de parceria com o Governo do Estado, que cede as maquinas e a prefeitura entra com as despesas de pessoal e combustível -. Mas o governador cortou o programa e todo o projeto desta e de outras regiões ficaram paradas até que tivéssemos condições financeiras para fazer com recursos próprios. Então, readequamos o projeto para não deixar de atender a população e estamos fazendo gradativamente bairro a bairro”, destacou o prefeito.

Xavier também chamou no gabinete o Secretário Municipal de Agricultura, Renato Martins, para que firmasse um compromisso de data de início das atividades no local. O Secretário explicou que a situação da estrada do bairro não comporta apenas o empedramento. Ele explicou que será necessário um trabalho maior. “Vamos ter que fazer a curva de nível e a readequação da estrada. Por isso é necessário fazer um estudo, junto com a Emater. Depois de feita esta parte, faremos o empedramento. Não adianta fazer medida paliativa. Tem que fazer um serviço que dure”, enfatizou. Ao todo serão três mil metros de estradas, com extensão de 7 metros de largura, o que totaliza 21 mil metros quadrados. A previsão é de que seja necessário 260 caminhões de pedras.  E esta é justamente uma das dificuldades que município tem enfrentado: aquisição de pedras, já que nas proximidades do bairro, os locais de captura de pedras são particulares e os donos das terras não têm interesse em negociação. Portanto a alternativa é a busca do material do outro lado da cidade, o que poderia tornar o serviço mais demorado. Martins assumiu o compromisso de iniciar os trabalhos em 30 dias.

O vereador Dragone enfatizou a importância da reunião, destacando que é preciso investir sempre nos cuidados com as comunidades rurais, para não perder postos de trabalho. “ Casos como estes o município não pode perder, já que vão gerar emprego e renda. É inadmissível a perda de investimentos por causa de estradas rurais. A Seara, por exemplo, ela não finaliza contrato com aviários, se eles não tiverem estradas em boas condições de retirada da produção dos frangos”, disse o parlamentar, colocando a Câmara de Vereadores à disposição do prefeito, caso necessite encaminhar algum projeto a respeito.

O Prefeito Xavier agradeceu o encontro com os moradores e colocou o gabinete a disposição da população, reiterando que antes mesmo do vencimento dos 30 dias pedidos pelo Secretário para iniciar os trabalhos, já entrassem em contato com a Prefeitura para conferirem o planejamento orquestrado. “A estimativa deste trabalho é de mais R$ 100 mil. Vamos esperar o projeto do Secretário, ver o que ele tem disponível de recursos e se for preciso busco a complementação. Mas vamos atender a população, sim. Já estava programada esta obra para o início do ano, mas, como o governador cortou o Patrulha Rural, prejudicou muito o nosso plano de atendimento. Era uma parceria importante. Mas, vamos fazer com recursos próprios mesmo”, finalizou o Prefeito Xavier.

Fonte: Tiago Dedoné / Secretaria de Comunicação