Prefeitura Municipal de Andirá - Paraná

A Prefeitura de Andirá está investindo forte na saúde pública, com diversas e simultâneas frentes de ações e parcerias que estão propiciando resultados muito importantes para a população, como, por exemplo, a luta pela eliminação das demandas reprimidas de exames que, em alguns casos, haviam pacientes aguardando há mais de dois anos na fila de espera. Mas não é só isso. O retorno do Centro de Atendimento Psicossocial (Caps), a implantação do Núcleo de Atendimento à Saúde da Família (Nasf) – com atendimentos, em várias, em todos os bairros -, a aquisição de equipamentos e novos profissionais, a garantia do direito ao medicamento na farmácia, a reestrutura do planejamento estratégico da secretaria e a busca, constante, da política de atendimento humanizado, entre outras ações, estão fazendo toda a diferença na nova política de saúde pública municipal de Andirá.

 

Dos 15% do orçamento - obrigação constitucional para aplicação de recursos públicos em saúde - o município de Andirá, só no quarto semestre de 2017, atingiu 26,19%, um total de R$ 4.458.710,77; valor bem maior e que está garantindo mais atenção à área. O valor total, gasto com a saúde neste ano, foi de R$ 11.796.163,22. Fora isso, a Prefeita, Ione Abib, e a Secretária Municipal de Saúde, Ednyra Godoy, têm intensificado, juntas, a captura de recursos advindos de emendas parlamentares, secretaria de Estado e do Ministério da Saúde. Nesta quinta-feira, dia 08, a Secretaria promoveu a Audiência Pública de prestação de contas do último quadrimestre de 2017, nas instalações da Câmara Municipal de Vereadores. O evento foi conduzido pela própria Secretária, e teve contribuição do Chefe do Departamento de Endemias, Silvio Zanin. Ednyra expôs o balanço estatístico dos serviços prestados.

 

Saúde em números

Entre estes dados, ela informou que neste período foram realizadas 700 viagens, levando mais de cinco mil pacientes para a realização de consultas e exames em cidades como: Cornélio Procópio, londrina, Curitiba, Jacarezinho, Ourinhos, São Jerônimo da Serra, São Paulo, Bandeirantes, Campo Largo, entre outras. Foram feitos 31.280 procedimentos nos postos da saúde, com destaque para consultas (6.689) e visitas domiciliares (8.385); mas também teve ações como curativos, puericultura, inalação, injeções, teste rápido, entre outras.  No atendimento de urgência e emergência no Samu, neste período, foram realizadas 483. No departamento da Vigilância Sanitária foram 245 procedimentos; na Epidemiológica, 2.508. Já na Vigilância Endêmica, que corresponde, entre outros, aos trabalhos contra a dengue, foram realizados: 12.703 visitas.

Na Assistência Farmacêutica, neste último quadrimestre, foram realizados 18.409 atendimentos. Referente às consultas médicas especializadas foram realizadas 14.824 e 11.662 exames realizados na produção ambulatorial. No que tange aos atendimentos realizados em parceria com a Sociedade Hospitalar Beneficente de Andirá, somam-se 13.812 atendimentos, com destaque para 12.313 consultas no Pronto Socorro; 1.053 Raio – X; 143 internações cirúrgicas (parto / parto cesárea); 200 internamentos clínicos e 103 eletrocardiogramas. No atendimento odontológico, neste período, foram 1.358 procedimentos. Em relação aos atendimentos no Caps, foram 1.957, distribuídos em diversos serviços, como: psiquiatria, enfermagem, ações pedagógicas, fisioterapia, educador físico, artesão, cursos livres.  

O Núcleo de Apoio à Saúde da Família (Nasf), um dos mais importantes suportes na saúde pública do município, está desenvolvendo ações estratégicas muito importantes, diretamente nas comunidades, com resultados bastante afirmativos. Só neste terceiro quadrimestre de 2017 foram: 213 atendimentos de psicologia; 240 de fisioterapia, 45 com assistente social, 253 atendimentos com o educador físico, 526 com pediatra. Também ocorreram 15 palestras de orientação em saúde e qualidade de vida; 22 atendimentos em grupo e 42 visitas domiciliares.

A Audiência Pública contou com a participação de representantes da Imprensa, do Conselho Municipal de Saúde e profissionais da secretaria, que ampliaram informações, fizeram questionamentos e dialogaram sobre diversos temas e idéias que envolvem as melhorias na saúde pública da cidade. 

 

 

Fonte: Tiago Dedoné / Da Seccom