Prefeitura Municipal de Andirá - Paraná

A prefeitura de Andirá está com estoque reforçado da vacina contra gripe e está intensificando, nas unidades de Saúde, as ações de conscientização para que a população venha se imunizar, se proteger. Neste sábado, o Posto de Saúde Central está aberto – das 8 às 17 horas -, para atender a população. Equipes estão também fazendo busca ativa, indo até as residências, nas comunidades, principalmente para vacinar acamados e doentes que têm dificuldades de irem até o posto mais próximo. Na próxima terça – feira, dia 29, a Secretaria Municipal de Saúde – que atende todos os dias das 7h 30 às 11h 30 e das 13 às 17 horas -  , também estará com os Postos de Saúde abertos nos período da noite, das 18 às 21 horas, ampliando, ainda mais, a mobilização de combate à gripe..

Deverão ser vacinados idosos, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), crianças de seis meses a menores de cinco anos, doentes crônicos (com apresentação de indicação médica), profissionais da Saúde e professores. A expectativa da Secretaria de Saúde é de vacinar 90% deste público. A imunização preventiva precede o inverno - que é o período com maior incidência de casos de doenças respiratórias, dentre elas a gripe -e isso reforça a importância de a população se imunizar o quanto antes. A campanha durará até o dia 1º de junho.  A vacina previne os subtipos do vírus influenza que frequentemente infectam os humanos: A (H1N1), A (H3N2) e Influenza B.  Quanto mais cedo se vacinar, mais cedo estará protegido da gripe.Para se vacinar é preciso levar a caderneta ou cartão de vacina e documento de identificação.

O departamento de Vigilância Epidemiológica alerta que a imunidade contra a doença só ocorre de 10 a 15 dias após a aplicação da vacina. A transmissão da gripe ocorre pelo contato com pessoas infectadas, ao tossir, espirrar ou falar. Pode ser transmitida ainda indiretamente pelas mãos, após contato com superfícies contaminadas por secreções respiratórias. A vacinação contra a gripe é a forma mais eficaz de evitar a doença, mas pequenas ações no dia a dia também podem ajudar, como manter as mãos sempre limpas, utilizar álcool gel nas mãos, lenço descartável para higiene nasal; cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir; entre outros.

Fonte: Tiago Dedoné / Da Seccom