Prefeitura Municipal de Andirá - Paraná

Com o objetivo de promover cultura e lazer por meio da exibição de filmes de qualidade às crianças e adolescentes das instituições de ensino, projetos sociais e comunidade em geral, a Prefeitura de Andirá, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e Comunicação, numa parceria com a CTG Brasil, trouxe pra a cidade, nesta quinta e sexta-feira (24 e 25), o projeto Cine CTG – uma ação desenvolvida pela empresa nas cidades que margeiam a bacia do Paranapanema.  Alunos de Escolas Municipais, Estaduais e do Projeto Esperança – da secretaria de Assistência Social -, tiveram a oportunidade de assistir os filmes, com direito à pipoca e refrigerante.

Em Andirá, a sala de cinema foi instalada em frente a Casa da Memória, um dos equipamentos públicos da Secretaria de Cultura. Nos dois dias, foram 10 sessões, sempre com um filme diferente. As diurnas, destinadas aos estudantes da rede pública e Projeto Social. Já às 19 horas, as exibições foram abertas à população. Alunos do Educação de Jovens e Adultos (EJA), da escola municipal Ana Nery; e das escolas estaduais Stella Maris e Barbosa Ferraz – ambas instituições próximas do local-, levaram alunos para assistirem as sessões. Os alunos aprovaram e se divertiram.

O Secretário Municipal de Cultura e Comunicação, Tiago Dedoné, agradeceu a parceria com a CTG Brasil. “Nós temos muita gratidão à CTG pelas parcerias. No ano passado tivemos dois espetáculos culturais gratuitos importantes, e grandes, em Andirá. Este ano, com o Cine, também foram duas ações culturais. E já estamos pedindo, articulando apoio, para mais ações culturais ainda este ano. Só temos a agradecer em nome de nome de nosso povo”, enalteceu, Dedoné, ressaltando que a Secretaria tem atuado em várias frentes de eventos de integração e democratização cultural. “A Prefeita, Ione Abib, tem investido e apostado nas ações da cultura. O planejamento de gestão permeia, principalmente,  pela prevenção e intervenção social, com projetos e cursos voltados à várias modalidades de artes”, disse.

Fonte: Tiago Dedoné / Da Seccom