Prefeitura Municipal de Andirá - Paraná

Terminou nesta sexta-feira, dia 12, o curso de Artesanato em Bambu (segunda fase), promovido pela Prefeitura de Andirá, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social e Ensino Profissionalizante  e em parceria com o Sindicato Rural de Andirá (por meio do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural – Senar). A primeira fase aconteceu entre os dias 25/26 de abril, na sede do Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) e teve o foco na produção prática. É a primeira vez que este curso é ofertado em Andirá, informou a coordenadora de projetos do Sindicato Rural, Jaqueline Bocato. “A importância é para gente poder abranger a população em geral, lembrando que os cursos do Senar são voltados para trabalhador e morador rural, mas, tendo em vista que Andirá é uma cidade bastante rural, então, conseguimos ofertar. Existem vários cursos para este ano ainda, que acontecerão este ano, tanto no Cras de Andirá, quanto no Cras do Patrimônio Nossa Senhora Aparecida. Um destes cursos começou dia 10 de maio e se chama Mulher Atual”, disse.


A segunda edição do curso de Artesanato em Bambu foi ofertada para a população já neste mês de maio e teve produções avançadas de peças de artes. De acordo com a professora Silvana Baú de Azevedo, o curso foi bem recepcionado pelos alunos. “O objetivo deste curso foi aproveitar a matéria prima que é o Bambu, que tem bastante na área rural e fazer vários objetos de artesanato, além de saber como colher, como cortar e em que época, como lixar móveis de bambu, amarrações”, destacou a professora, enaltecendo que a meta é qualificar os alunos para o mercado de trabalho. “A idéia do Senar é qualificar o pessoal da área rural, para que ele tenha oportunidade de gerar renda, a partir a matéria prima que ele já tem ali disponível no campo, em suas propriedades. Então, o que a gente espera é que ele dê continuidade”.


Para Luzinete Del Padre, o curso é uma alternativa para aquisição de conhecimentos, além, também, de ter mais uma atividade durante o dia. “Eu acabei de me aposentar e eu gostaria de experimentar coisas novas, coisas diferentes. Eu achei o artesanato uma coisa que eu não conseguia fazer quando eu estava trabalhando. Pra mim foi essencial.  Espero poder me aprofundar, gostei bastante”.  A moradora Rosangela Henrique da Silva, que é nordestina, de Recife, e hoje reside em Andirá, explicou que é artesã, apaixonada por artesanato e gostou muito da oferta e do conteúdo do curso: “Fui convidada pela Jaqueline, do Sindicato Rural, por que eu amo artesanato. O curso é ótimo, a professora é excelente”, disse.


Os dois cursos fazem parte de uma relação de ofertas que será disponibilizada durante este ano, à população, por meio desta parceria entre o Sindicato e a Secretaria de Assistência Social. Para a secretária, Bernadete dos Santos Meletto, um dos focos da nova gestão é proporcionar capacitações que oportunizem condições para que os cidadãos tenham habilidades profissionais em várias áreas e possam se emancipar cada vez mais, gerando renda. 

 

Fonte: Tiago Dedoné / Da Seccom