Prefeitura Municipal de Andirá - Paraná

Democratizar acesso à cultura, realizar o sonho de crianças, jovens, adultos, idosos que sempre desejaram estudar arte. Muitos, por não terem condições financeiras de pagar cursos nunca conseguiram realizar o sonho. Agora, oportunizado gratuitamente pela Prefeitura de Andirá, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e Comunicação, a população pode realizar o sonho de se tornar artista. O projeto da Escola de Comunicação e Artes é uma iniciativa que tem, como missão, democratizar acesso à cultura, levando 12 modalidades de cursos, com professores gabaritados para ministrar as aulas. São eles: Capoeira, Artes Cênicas, Música (Sopro), Música (Cordas – violão, violino, guitarra e contra – baixo), Técnica Vocal (Canto e Coral), Comunicação Comunitária, Artes Plásticas, Hip Hop, Dança Contemporânea, Ballet, Teclado e Libras

O projeto teve início recentemente, com abertura oficial no Cine Teatro São Carlos, data em que pais e alunos lotaram o espaço cultural para a solenidade de abertura, marcado por muita expectativa e apresentações culturais que emocionaram. A Prefeita, Ione Abib, esteve presente no evento e discursou enaltecendo a importância da cultura para ações de prevenção e intervenção social. O secretário de Cultura e Comunicação, Tiago Dedoné, também relatou o papel estratégico do projeto. “Nós temos uma missão social com este projeto: descobrir talentos e incentivá-los, atuar na prevenção e democratizar cultura. Oportunizar à população o estudo das artes, gratuitamente, é um grande avanço nas políticas públicas culturais na comunidade. E nós temos que oportunizar acessos”, disse.

 

Pedagogia

O secretário informou que a equipe de professores passa por capacitação pedagógica e orientações a respeito de metodologias diferenciadas que dinamizem o processo de ensino – aprendizagem. “É uma questão que nos é de muita atenção. O preparo pedagógico. Isso por que cada aluno absorve a informação de uma forma e de um tempo diferente. Então, o professor tem que estar preparado e com plano pedagógico de aula que possa atender com eficiência. Inclusive há alunos especiais. É isso que estamos buscando, com base numa pedagogia construtivista. Democratização de acesso e qualidade no processo de aprendizagem”.

 

Núcleos

Outra novidade da Escola de Comunicação e Artes são os Núcleos, que servem de extensões da Escola (cujo a sede é no Cine Teatro). Os professores, de todas as modalidades, também atendem nestes Núcleos, que funcionam nos bairros; Vila Americana (na Escola Municipal Michel Kairalla); Vila Industrial (que funciona na Escola Municipal Pingo de gente) e Distrito Nossa Senhora Aparecida (na escola Arco Iris). As aulas acontecem durante a semana e aos sábados. 

Fonte: Da Seccom