Prefeitura Municipal de Andirá - Paraná

A gestora estadual do módulo SESI (Indústria do Conhecimento), Lourdes Bernadete Ostapiuk e a  bibliotecária responsável pelo gerenciamento técnico do acervo de todos os módulos no Paraná, Pandita Marchioro, estiveram na última quinta-feira, dia 08, em Andirá, para informar que a Biblioteca de Andirá é uma das referências em desenvolvimento de projetos de integração comunitária na região. Elas destacaram os índices de novos usuários da biblioteca, registrados no sistema, que passou de 50 (média anual dos últimos anos) novos, para 420, só em 2017, fruto de projetos e cursos que estão sendo realizados no local.  Elas também vieram conhecer os planejamentos de ações da Secretaria Municipal de Cultura e Comunicação, no que tange aos projetos voltados à Biblioteca e a literatura na comunidade.

As gestoras foram recepcionadas pelo Secretário, Tiago Silvio Dedoné, pela coordenadora da Biblioteca, Ana Del Padre e a equipe responsável pela biblioteca. O secretário fez uma explanação sobre as ações desenvolvidas e as prospecções para 2018. Citou, por exemplo, as Oficinas Literárias; o Festival Literário; o projeto Cultura nos Bairros (onde a biblioteca itinerante leva obras e ações em stand montado nos bairros); o Sarau Literário, que consiste na apresentação de autores e suas obras, atividades artísticas, exposições de artes plásticas, no espaço na biblioteca. Este ano, a Secretaria iniciará os projetos e cursos de educomunicação, que terá, no espaço, os encontros do Núcleo de Pesquisa e Projetos Educomunicativos. A Biblioteca também sediará o Concurso de Redação e as Oficinas e Cursos de produção literária. No local também acontece as aulas do curso de Libras – Braille, que desde o segundo semestre do ano passado, cerca de 200 alunos figuram pelo ambiente, em turmas de terças e quintas-feiras. Cursos de informática também foram ofertados no local, em 2017. “Precisamos intensificar a leitura, em nossas crianças, desenvolver habilidades e competências por meio de ações pedagógicas de leitura e a biblioteca terá projetos que podem auxiliar os educadores nesta perspectiva. Além disso, os projetos permeiam pela capacitação profissional, pelo incentivo a produção literária e democratização cultural”, destacou o Secretário.

A unidade da Indústria do Conhecimento de Andirá tem mais de dois mil títulos de obras literárias à disposição da população. Durante este encontro, as gestoras estaduais parabenizaram a organização, os planos de ações de democratização e interação comunitária prospectados na nova gestão e elencou sugestões para o âmbito de infraestrutura do prédio. O secretário informou que nos próximos dias o espaço passará por pinturas e aquisição de novos equipamentos para melhorar o espaço. Também informou que novos títulos  - principalmente em Braille – serão adquiridos para atender a demanda.

 

Fonte: Da Seccom