Prefeitura Municipal de Andirá - Paraná

O artesanato é uma das poderosas manifestações culturais de um povo, de uma comunidade. Os artesãos, que podem ter suas obras classificadas em várias vertentes,  não são apenas artistas de uma sensibilidade incrível, mas, também, permeiam por uma área das artes que mais geram emprego e renda, numa economia criativa constante e em ascensão.  E é com este binômio de incentivo à cultura e a geração de renda, que a Prefeitura de Andirá, através Secretaria Municipal de Cultura e Comunicação,  numa parceria com o Sindicato Rural e o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), promoveram dois importantes curso, gratuitos, no Cine Teatro São Carlos:  o primeiro: Artesanato e Palha de Milho – Flores (cestaria e trançados), realizado nos dias 30 e 31 de outubro  e05 de novembro ; o segundo: Artesanato em Fibras de Bananeira, realizado entre os dias 01 e 06 à 10 de novembro. .  

Foram duas semanas intensas de aprendizado e produção, que resultaram em belas peças artesanais, sob a coordenação da professora e artista plástica, Cleide Mattos, que destacou o incentivo da Prefeitura e do Sindicato Rural na mobilização dos cursos. “Obrigada a todos que organizaram, cooperaram, apoiaram, se envolveram e estiveram conosco durante estes eventos. Meu abraço especial aos participantes  ativos, responsáveis, comprometidos, organizadores e envolvidos. Fizeram a diferença”, declarou.

Os alunos tiveram aulas teórica, ministradas com os suportes pedagógicos das apostilas fornecidas pelo Senar; e também, práticas, onde os alunos foram captar as matérias primas, nas comunidades rurais.  No curso de Artesanato em Palha de Milho, o conteúdo programático versou sobre os seguintes debates: - Artesanato como recurso financeiro;- Histórico do artesanato em palha de milho;- Da lavoura à colheita;- Escolha do material a ser utilizado;- Beneficiamento;- Ferramentas utilizadas;- Tingimento / coloração (cores primárias, secundárias e terciárias);- Tipos de trançados (fio e em caracol) e finalidades;- Acabamento e limpeza;- Medidas de segurança no trabalho, responsabilidade social e ambiental (desenvolvidas ao longo do curso).

Já o segundo curso ofertado na sequência, Artesanato em Fibras de Bananeira, os debates versaram sobre os seguintes conteúdos: Artesanato como recurso financeiro; histórico do artesanato em taboa e fibra de bananeira; da lavoura à colheita; escolha do material a ser utilizado; beneficiamento; ferramentas utilizadas; tingimento / coloração (cores primárias, secundárias e terciárias); técnica de confecção da trança de 9 “pernas”; técnica de confecção da trança de 4 “pernas”; técnica de confecção do tecido “xadrez” em palha aberta; técnica de confecção do tecido “xadrez ”em palha torcida; técnica de confecção do tecido “favo”; técnica de confecção do cordão de 4 “pernas”; técnica de confecção do cordão de 3 “pernas” e medidas de segurança no trabalho, responsabilidade social e ambiental (desenvolvidas ao longo do curso).

Além destes dois cursos, a parceria do Sindicato Rural / Senar com a Secretaria de Cultura do município, já resultou em outros dois cursos este ano, voltados à produção artesanal com Bambu. A Secretaria já realizou o encaminhamento do pedido para novos cursos voltados às artes, para o próximo ano. “Nós agradecemos muito à Jaqueline Bocato, coordenadora de projetos do Sindicato Rural e principal mobilizadora desta parceria; à professora Cleide, por trazer aos alunos tão lindos conhecimentos e contribuições; e a Prefeita, Ione Abib, pelo apoio constante às políticas de democratização cultural, em Andirá”, destacou o Secretário de Cultura e Comunicação, Tiago Dedoné.

 

Fonte: Tiago Dedoné / Secretaria de Comunicação